Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Projeto do Cefet/RJ conquista 3º lugar em prêmio nacional de educação em ciências
Início do conteúdo da página

Projeto do Cefet/RJ conquista 3º lugar em prêmio nacional de educação em ciências

Publicado: Segunda, 04 de Setembro de 2023, 19h43 | Última atualização em Segunda, 04 de Setembro de 2023, 19h47 | Acessos: 541

O projeto de extensão Horta Escolar, da Uned Maria da Graça, garantiu o terceiro lugar no Prêmio Educação em Ciências da Federação de Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE). O anúncio aconteceu durante a 37ª edição da reunião anual da organização, realizada entre os dias 27 e 30 de agosto, em Búzios, no Rio de Janeiro. O prêmio é uma iniciativa da FeSBE com o apoio do Instituto Questão de Ciência.

O reconhecimento do prêmio é concedido aos professores de ciências da natureza da educação básica que contribuem para a aprendizagem da disciplina nas escolas públicas brasileiras. O projeto é coordenado pela professora Luciana Cabral e pela nutricionista Juliana Rodrigues e, na fase anterior do concurso, já havia sido selecionado entre os 10 melhores do país.

– Para nós do projeto Horta Escolar, esse resultado traz uma imensa alegria e a certeza de que estamos no caminho certo para a promoção de uma educação de qualidade para os nossos alunos. Ficamos honrados, pois se trata de um prêmio nacional, concedido depois da avaliação de pesquisadores das Sociedades Brasileiras de Biologia Experimental, portanto, especialistas do campo das Ciências Biológicas – comemorou Luciana.

Acesse o site oficial da FeSBE e saiba mais informações sobre o prêmio.

Sobre o projeto Horta Escolar

Em atividade desde 2016, o projeto Horta Escolar visa promover o tripé da educação de excelência com atividades de ensino, pesquisa e extensão, com foco na educação em Ciências, no ensino de Botânica e da Educação Alimentar e Nutricional. O projeto também trabalha com a educação tecnológica e com os princípios de sustentabilidade.

Conforme os organizadores da iniciativa, a horta funciona como um “laboratório vivo” e contextualiza, através da prática, conteúdos trabalhados nas aulas de Biologia, como composição de solo, germinação, interação planta/animal e componentes nutricionais dos alimentos.

Integrantes do projeto Horta Escolar durante a Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão, realizada em 2022 na Unidade Maracanã

Fim do conteúdo da página